Coffee Lover

Kalita Wave e Hario V60: o dia que resolvi testar

Ah, o café! Tantas possibilidades, métodos, aromas e preferências pessoais. No meu caso, muito amor por Kalita Wave e Hario V60. Na verdade, o que mais me apaixona no café é isso tudo – todas as possibilidades, pessoas e histórias envolvidas com o licor dos deuses.

Sempre fui apaixonado por estes dois métodos em particular. Nunca cheguei num acordo quando a pergunta me era feita. “Qual método você prefere? ”, eu NÃO SEI, poxa! Gosto é de café especial.

Um belo dia acordei inspirado. Para tentar dar respostas mais concretas para os curiosos, pensei em fazer um grande (nem tanto) teste. Em casa, sozinho, bem quietinho como um bom mineiro que sou.

Os métodos Kalita Wave e Hario V60

Normalmente, o Hario V60 é o método mais popular entre as cafeterias de cafés especiais e os coffee lovers de plantão. No entanto, o Kalita Wave vem ganhando força nos últimos 3 anos e se tornou uma opção bem legal e bonita para os amantes do café.

 

Antes de mais nada, se preparados de forma correta, com um bom grão e uma boa moagem, qualquer método te dará um café gostoso, um café digno e merecedor do nosso paladar. Até mesmo se ele for coado numa meia velha. Então, é sempre bom lembrar que métodos diferentes resultam em bebidas diferentes. Nem melhor, nem pior. Apenas distintas. A única coisa que entra em jogo é o seu paladar, as suas preferências.

O desafio do café

Nada cientifico e pensando somente no resultado final, meu teste foi baseado no aroma e gosto da bebida. Claro, eu que tomo até chumbo derretido gostei de todos. Mas foi possível trazer alguns resultados.

Usei sempre a mesma receita para o teste. Mudei somente o tamanho da moagem. Digamos que usei médio fino, médio e médio grosso. A água, filtrada, deixava ferver, escaldava o filtro e iniciava o processo – assim, a temperatura fica bem boa para coar o cafezinho.

Café: Catuaí Amarelo da região do Caparaó, Minas Gerais. 1150m.
Grão: Lavado, torra média.
Proporção: 16 gramas de café para 200mL de água

 

E o Oscar vai para…

 

Como eu já esperava, o Kalitão conseguiu fornecer um café bastante parecido nos 3 testes. Um equilíbrio lindo entre acidez, corpo e doçura. Sem falar no gostinho final na boca que estava bem agradável. A melhor xícara foi com a moagem média grossa.

Já no V60, muita acidez (que eu adoro) e uma doçura espetacular. As bebidas ficaram menos parecidas, ora com menos corpo e ora mais encorpada. A melhor xícara foi com a moagem média. Pensa num cafezão que preenche a alma?

 

Leia também: café pode ser combustível para meios de transporte?

 

Em média, o Kalita demora mais um pouquinho para terminar de coar do que o V60. E foi o que aconteceu.

Bom, no final do teste, com o grão usado e a receita escolhida, eu preferi os cafés feitos no V60. Mas, claro, eu poderia ter modificado minha receita até o Kalita conseguir um café ainda melhor.

Portanto, fica a lição: o preparo do café no Kalita pode ser mais fácil para quem está iniciando no mundo dos métodos de preparo de cafés especiais. As chances de erro são menores. A receita é sua e você a desenvolve como quiser. O mais importante é que a bebida final esteja agradável para o seu paladar, com um corpo agradável e sem amargor.

E aí? Já moeu seu café hoje?

Kalita Wave e Hario V60: qual o seu preferido? Deixe seu comentário aí embaixo 🙂
Filipe Mellø

Mineiro em São Paulo. Criador de conteúdo e jornalista no marketing. Coffee Lover desde pequeno e barista desde 2015.

Comments: 2
  • Rogério Nogueira
    17 de junho de 2019 18:12

    Olá cafeinado!
    Quero dizer que amei o post, já faço meus néctares na V60 e no momento estou doido para comprar a Kalita, já até comprei os filtros para a 185 e estou pesquisando os melhores preços e tentando escolher entre inox e vidro, eita duvida cruel kkkkkk
    Curti as comparações aqui feitas com os tipos de moagem, e todo o contexto que leva a uma leitura gostosa e cafeinada rsrs.
    Obrigado.
    Vou ali fazer um café na V60 para ler o próximo post rs.

    • Angelica Lebante
      Angelica Lebante
      21 de junho de 2019 11:00

      Que bom que te inspiramos a tomar um café! E a Kalita também é excelente para ter em casa! Bons cafés pra você sempre!

Poste um comentário