Coffee Lover

Cafeteira Italiana, o método que promete praticidade no preparo!

Cafeteira italiana (mokinha), praticidade que encanta!

A cafeteria italiana é muito popular em seu país de origem (A Itália, claro). O método que foi inventado por Alfonso Bialetti na década de 1930. Conhecida também como moka / mokinha, é um método para preparar café que faz muito sucesso.

Sempre que está presente nas publicações do insta @coffeeloverbrasil causa um certo alvoroço. É realmente um método que vale a pena ter em casa pela praticidade. Não podia faltar um espaço pra gente falar um pouco mais sobre cafeteira italiana por aqui!

Praticidade é o ponto forte!

Eu diria que o motivo de tanto sucesso desse método é a praticidade. Normalmente se controla pouco! Basta colocar a água até o nível indicado, o café já moído na peça removível, fogo baixo e fim. Só esperar a mágica acontecer. Mas vamos ver que a cafeteira italiana tem seus segredos, continue a leitura que você vai entender!

 

Eu quero uma! Como escolher a sua cafeteira italiana?

Primeiro vamos falar com quem está afim de ter a cafeteira italiana em casa. O principal detalhe a se atentar ao escolher sua é o número de doses que é possível fazer por vez.

Existem modelos para uma dose, para três doses, seis doses e por aí vai…

O funcionamento da cafeteira italiana é sempre o mesmo ou bem parecido, agora o design pode ser bem variado! E existe uma mais bonita que a outra, dá pra ter uma coleção imensa de cores e formatos. Desde as clássicas à peças com um certo charme. Essa parte fica pro seu gosto!

Eu tenho um certo carinho com as pequenas, para uma dose e realmente é um mimo, acontece perder o cabo com o calor, ou com sorte ele dura um bom tempo!

Mas ela tem os seus segredos: Quer saber como preparar o café na cafeteira italiana?

Como falamos ali em cima, normalmente se controla muito pouco no preparo do café com a cafeteira italiana.

O resultado da bebida pode ser mais potente no sabor, em alguns casos até com um certo amargor acentuado e pode desagradar quem prefere cafés mais suaves.

Cafeteira italiana - um café potente - ou não

Cafeteira italiana – um café potente – ou não

Mas é possível tomar alguns cuidados para aliviar um pouco o “punch” que pode ser esse café.

Primeiro vamos falar sobre a água, quanto mais fria for a água mais tempo a cafeteira italiana vai ficar no fogo, afinal pro preparo acontecer é preciso que a água atinja a fervura. E quando o tempo de exposição do café no fogo é prolongado, o amargor vai para a xícara.

Então experimente esquentar um pouco a água antes de fechar a cafeteira para seguir com o preparo.

Outra dica que é importante, é colocar um pouco de água fria na parte de cima da cafeteira italiana (onde o café vai cair já pronto). Pois assim quando o café ficar pronto não passa no alumínio muito quente, o que pode queimar seu café e mais uma vez levar amargor na xícara.

Eu costumo utilizar uma moagem média/grossa para esse método. E claro… café especial ou café de qualidade – por favor!!!

Nenhum cuidado vai trazer um resultado interessante na xícara se o café não for dos bons, a atenção pro café tem que ser especial! 🙂

Leia também ~>  moer café na hora é importante?

O café muito fino funciona como uma barreira pra água passar pelo pó. É muito válido NÃO compactar o café no recipiente, Ok?

Ah… outro ponto muito importante!

Na hora de lavar, não utilize detergente ou outro tipo de produto. O ideal é utilizar água quente e limpar a cafeteira italiana logo após o uso. Assim você conserva muito melhor a sua!

Descubra a forma que melhor te agrada!

Experimente o café que melhor te agrada, mesmo a cafeteira italiana pode te entregar resultados diferentes, tomar café também pode ser bem divertido!

Angelica Lebante
Angélica Lebante

Angélica Lebante. nascida no ABC paulista é apaixonada por cafés e comprometida em compartilhar momentos cafeinados com o projeto Coffee Lover.

Nenhum comentário
Poste um comentário